in

Presidente da Rússia cria norma que determina o monitoramento do tráfego da internet no país

Foi sancionado nessa semana, pelo Presidente russo Vladimir Putin, uma lei que determina a análise do tráfego da internet de todos os servidores internacionais, devendo passar por um filtro.  A justificativa para a criação da lei foram as ameaças e ataques contra a comunicação do país, por hackers de outras nações. Segundo Putin, após o funcionamento das medidas aprovadas, a internet na Rússia será mais segura e sustentável.

A Rússia, de acordo com sua política, já vem restringindo o acesso de alguns serviços online, diante de sua tecnologia criptográfica incapaz de ser monitorada. É o caso do aplicativo Telegram, que foi banido do território russo.

Algo similar ocorre na China, onde o Governo consegue monitorar praticamente todo o trafego que entra no país, através de um sistema de proteção e monitoramento chamado Projeto escudo dourado.

A nova Lei russa entrará em vigor a partir de novembro de 2019, e se mostra como uma aparente resposta a uma medida tomada pelos Estados Unidos que concedeu maior poderes para os órgãos de inteligência atuarem em nível mundial.

De acordo com a Lei, os dados recebidos e enviados ao exterior passarão por computadores do serviço federal russo de supervisão de comunicações, T.I. e Mídias de massa.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 Comentários

Vingadores: Ultimato – Crítica

Correios cria nova forma de impedir fraudes